7 de julho de 2011

Os Dez Mandamentos do Crescimento Pessoal - Padre Domingos Cunha


1 - Ninguém ama aquilo que não conhece e para te tornares responsável por ti mesmo precisas conhecer quem és! Como poderás ser feliz se não moras em ti?
2- Aceita-te a ti mesmo, amando aquilo que és, pois ‘quando abraçares as tuas sombras, elas serão redimidas’1! Não lutes contra ti mesmo! A primeira luta é... parar de lutar!
3 - Ama a ti mesmo, do jeito que és: Deus que te conhece, te aceita e te ama do jeito que és! Como poderás amar o outro se não te amas? Como poderás te doar aos outros se não te possuis? Como poderás ser... se não és inteiro?
4 - Lembra-te que és pó... e nunca rejeites tuas limitações, pois és humano e o Deus que assim te criou por amor, achou muito boa a obra que fez e o maior elogio da imperfeição Deus o fez tornando-se humano e por isso não alimentes sentimentos de culpa nem reprimas teus sentimentos e emoções, por mais negativos que sejam, ‘pois todos eles são legítimos, o modo como os canalizas é que pode ser adequado ou não’!2
5- Acolhe teus limites e não construas para ti ideais sobre-humanos, pois ‘o ser humano pode chegar até aos cimos, mas não pode viver aí por muito tempo’3 Permite a ti mesmo ser uma pessoa humana, pois esse é o início da tua libertação pessoal!
6 - Cultiva em ti a mística do crescimento, mas lembra sempre que ‘crescer é deixar de ter um conjunto de problemas e passar a ter um conjunto melhor de problemas’4 e que a pessoa madura não deixou de ter limitações mas apenas aprendeu a conviver com elas!
7 - Recorda sempre que vês as coisas não do jeito que elas são mas do jeito que tu és... e que o problema não é o problema mas o modo como encaramos o problema e que ‘tu és aquilo que pensas’5 e que duas são as regras para viver feliz, sendo a primeira que não deves te preocupar com as coisas pequenas e rezando a segunda... que todas as coisas são pequenas!
8 - Fala para ti mesmo, todos os dias de tua vida, que talvez não tenhas a liberdade de ser o que queres, mas podes ser livre com aquilo que és e nunca uses ‘bengalas’ para justificar tuas atitudes, pois ‘os que não têm coragem sempre têm uma filosofia para se justificar’6.
9 - Procura libertar-te de tuas máscaras e descobrir por trás delas a essência verdadeira que elas protegeram e esconderam... e que agora precisas resgatar e cultivar para seres tu mesmo! Precisarás optar entre manter tua auto-imagem ou ser feliz!
10 - Reza sempre que ‘a melhor maneira de se chegar ao conhecimento de Deus é através do autoconhecimento e que é desatino pensar que haveremos de entrar no céu sem primeiro entrar em nós mesmos, a fim de conhecer e considerar nossa miséria’7 e que ‘sem me conhecer não conheço a Deus’8 e que ‘a proximidade com o humano constitui tua maior conquista espiritual’.9
Escrito por: Padre Domingos Cunha, CSh.

1 Ricardo Peter
2 Ramiro J. Álvarez
3 John Bradshaw
4 Idem
5 José Sometti
6 Albert Camus
7 Teresa de Ávila
8 S. Tomás de Aquino
9 Ricardo Peter

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espalhe por ai ...